Como manter o foco

              foco-nos-estudos

                          Quando o problema é foco, seja em qualquer área, nós humanos nos saímos muito bem… Bem péssimos.  Os seres humanos não são focados como os outros animais, não enterramos os ossinhos como os cachorros fazem, não nos lambemos diariamente como os gatinhos, não caçamos como os carnívoros, não saímos da água para procurar comida…

                            Por sermos inteligentes e evoluídos, tendo o que queremos a todos os momentos, seja acender uma chama facilmente ou se conectar ao mundo, deixamos de manter o foco em poucas coisas, para tentar manter o foco em tudo e ao mesmo tempo. O que acaba nos atrapalhando e muito.

Vamos a algumas dicas para mudar isso.

1 – Reflita: Temos que refletir sobre tudo. Porque não estamos com foco? Porque agora que isso é um problema? O que pode nos ter levado a isso? O que podemos fazer para contornar tal falta de foco? É nossa culpa? É culpa de alguém? É culpa de uma nova rotina? Não é culpa de ninguém? É culpa apenas de nossa mente, pois ela ficara mais preguiçosa a cada momento? Culpa de nosso corpo viver cansado? Culpa de um sono excessivo? Culpa de falta de tempo? De muitas tarefas? Culpa de tristezas, agitação, melancolia, angustia, depressão…?

2 – Liste-se: Pegue uma folha de papel, se preferir com linhas e grande, divida-a com uma linha vertical, e escreva de cima para baixo em ordem crescente de 1 a 10. Depois escreva dez problemas de que podem estar tirando seu foco na primeira coluna e dez soluções desses problemas na segunda. Isso vai ajudar a sabe com mais certeza o que pode tirar nosso foco e o que podemos fazer para isso não acontecer.

3 – Ache-se: Ninguém nasce perfeito ou sabendo de tudo, podemos achar que queremos fazer ou ser uma coisa por anos, mas nos 45 do segundo tempo vermos que não era bem aquilo que realmente queríamos, e isso não é errado. Errado é continuar em uma coisa que não vai bem, que não queremos mais, só por medo de tentar coisas novas. Temos que mudar de emprego, de profissão, de amores, de moradias, talvez de países, de cidades, de Tudo… A vida é mudar e inovar, e só saberemos se vai ou não dar certo, é se tentarmos. Ok, não devemos nada, pois cada um faz o que bem quer, mas devemos pelo menos pensar em novas possibilidades.

4 – Tente: Às vezes a falta de foco na vida, seja na área de trabalho, familiar, escolar, amorosa, financeira ou qualquer outra, é graças a nosso “TM”, Ou seja, o nosso, “Tédio” da “Mesmice”. Nós temos que saber que tudo vai mudando no decorrer da vida, e isso é bom, aquele trabalho que antes nos fazia bem e nos fazia palpitar o coração, pode não fazer mais isso, então para quer continuar nele? Não é porque você passou anos e anos se empenhando numa coisa, que é obrigado continuar nela para todo o sempre. Mude, ou pelo menos tente mudar. Saia do Tédio, saia da mesmice, saia da rotina.

5 – Tenha certeza: Se já pensou e repensou, e o problema de foco não é graças à falta de interesse em determinada coisa, se já sabe que aquilo que desejou para fazer ou faz, é a coisa certa para você, então continue lutando por isso. Não podemos querer fazer algo hoje e mudar amanhã, tenha certeza do que quer, e faça… O tempo de pensar é no momento de reflexão, mas se já chegou até aqui, então continue, não desista

6 – Cronometre-se: Faça algum quadro de horários para você e o siga, não adianta fazer um horário perfeito e bem calculado, colá-lo na parede, mas depois não usá-lo. Faça um quadro de horário de segunda a sexta, depois escreva nas horas correspondentes o que não pode ser mudado, como horário para a escola, trabalho, faculdade… E por ultimo os que podem ser mudados, como horários para estudos em casa, esportes, assistir… Tente ter um tempinho entre um horário e outro, quem tenta fazer tudo de uma vez, não faz nada. E foque-se no horário, não adianta está cumprindo os horários de “faculdade”, por exemplo, mas estar pensando no horário de assistir. Cada hora é só hora daquilo, e não de tudo. Também não deixe nada para depois, você vai acabar acumulando coisa demais. É recomendado também fazer um Horário, vamos dizer de uma a duas horas, só para se organizar, ver o que fez,  o que deixou de fazer, o que precisa fazer, se mudou alguma coisa, o que é preciso para completar…

7 – Conecte-se: Se você já chegou até essa dica, é porque já pensou, já descobriu o que quer realmente e já organizou seus horários, então o próximo passo, que é esse sétimo, é se conectar a eles. Quando for fazer uma tarefa, foque-se somente nela, desligue celular, televisão, caixa de emails, redes sociais, bate-papo com colegas, deixe de ir para a “baladinha” com os amigos todas às vezes… O momento é só do horário e de mais nada. Se caso quiser e sentir necessidade, crie horários para fazer essas coisas, mas só vá até onde pode, não extrapole seu tempo porque a conversa com fulaninho está ótima ou aquele filmezinho não acabou, lembre-se que “fulaninhos e filmezinhos” vem e vão, é sua vida não é parte deles, você é único, não pode viver por eles e nem eles para você. Viva para você mesmo, foque-se e progrida como tem que ser.

8 – Limpe e organize tudo: Não tem como se manter focado em uma casa, lugar, quarto, ou qualquer coisa se tudo está desarrumado. Você tem que arranjar um tempinho para manter tudo em ordem, nada bagunçado ou fora do lugar, pastas no lugar correto, arquivos, lápis, papel, documentos… Quanto mais organizada as suas coisas forem, melhor será para você achá-las, pega-las, trabalhá-las. Imagine ter que sair para o trabalho ou faculdade as pressas, e no momento em que for vestir as roupas que quer, acabar perdendo o ônibus porque não as encontrou por conta de bagunça? Imagine tentar escrever uma ideia num papel para não esquecê-la, se não consegue achar uma caneta e nem um papel? Além de passar competência, pois imagine se um dia um coordenador for a sua casa para saber se você se qualifica para um emprego ou uma vaga em um colégio, e chega a mesma e tudo está desorganizado, bagunçado, jogado ao chão, por cima dos moveis? Provavelmente você não será aceito/a em absolutamente nada.

9 – Relaxe: Ajuda a manter o foco, se também relaxarmos. Quando estamos estressados nada vai para frente, tudo sempre acaba sendo o oposto do que queríamos, e ficando cada vez pior. Todo dia é dia, se hoje não deu para uma coisa, legal, faz amanhã, só não torne a repetir os “amanhãs”, pois se não isso acaba se tornando uma rotina. Saia, veja as pessoas, converse, namore, pratique esportes, medite, leia livros, revistas, blogs, sites, emails, veja filmes, escute musicas, piadas, brinque com um animalzinho, durma…

10 – Lembre de ser, Humano: Algumas pessoas ficam muito frustradas por não conquistarem suas metas e objetivos, e tudo por conta do foco, assim, acabam tentando recuperar o tempo perdido e acabam esquecendo que são humanas. Não se prejudique, coma nas horas certas, durma bastante, beba muita água, vá ao banheiro, e se de pausas. Não tente fazer uma coisa direto, sem dormir, segurando o xixi para economizar tempo, sem pausas… Saúde, corpo, mente e alma vem primeiro.

Anúncios

Um comentário em “Como manter o foco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s